Brumado: Investigadora da Polícia Civil elabora aplicativo de combate à violência doméstica

A fim de tornar mais efetivas as medidas protetivas de urgência, a Polícia Civil de Brumado lançou, no último dia 22, um aplicativo denominado “Ama Maria”, com o objetivo de facilitar o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher em Brumado. O sistema foi idealizado pela investigadora Débora Andrade. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, a investigadora disse que o aplicativo funcionará como um banco de dados de medidas protetivas. A ferramenta eletrônica está em fase de teste com os policiais civis. A plataforma tem como objetivo o fácil acesso, por parte das mulheres para o combate à violência doméstica contra a mulher e implementação da política de proteção às vítimas e seus familiares. Nos últimos dois anos e meio, a própria idealizadora do projeto fez um levantamento minucioso das ocorrências de agressão contra a mulher dentro do lar registradas na delegacia local e pode perceber um aumento nos casos durante o período, já contabilizando quase 700 ocorrências no município. A investigadora esclareceu que o aplicativo também vai disseminar informações sobre a Lei Maria da Penha, bem como oferecer serviços da rede de proteção e combate à violência doméstica contra a mulher.