Papa Francisco defende lei de união civil a casais homossexuais

Exibido pela primeira vez nesta terça-feira (21) na Itália, o documentário “Francesco” tem cenas em que o Papa Francisco defende a proteção de homossexuais por meio de leis de união civil. A declaração é interpretada como a mais explícita manifestação sobre o tema já proferida pela maior autoridade da Igreja Católica.

“As pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso. O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados. Eu defendi isso”, declarou o Papa.

O posicionamento aprece em um comentário em que aborda temas como discriminação, ambiente, pobreza, migração e desigualdade de renda.

O documentário foi exibido no Festival de Roma. No próximo dia 25 de outubro deverá chegar aos EUA, integrando a grade de exibições do Savannah Film Festival.

bahianoticias