Covid-19: Guanambi registrou 55ª morte

Mais dois óbitos por complicações da Covid-19 foram registrados em Guanambi nas últimas 24 horas. As informações foram divulgadas por meio de notas da Secretaria de Saúde, uma na noite da última segunda-feira (12) e outra nesta terça-feira (13).

O município já havia registrado 54 óbitos em decorrência da doença, no entanto, a vítima divulgada no último domingo (11) pela pasta foi retirada dos registros, pois o paciente não reside em Guanambi. Entretanto, a secretaria divulgou a ocorrência de mais dois óbitos nas últimas 24h, sendo a 54ª e 55ª vítimas no município.

De acordo com a pasta, o 54ª óbito trata-se de uma mulher portadora de comorbidades (Diabetes Mellitus e Neoplasia Intestinal em fase terminal). Ela foi admitida no Hospital Geral de Guanambi no dia 8 de abril, com suspeita de Covid-19, sendo coletado o material para exame RT/PCR. A paciente ficou isolada na Clínica Médica da unidade, e no dia 10 de abril foi transferida para o isolamento da emergência, com suporte de oxigênio. Com piora no quadro clínico, evoluiu a óbito no último domingo (11), vindo a confirmação da Covid-19, nesta segunda-feira (12).

Ainda conforme a secretaria de saúde, a 55ª vítima foi uma mulher de 58 anos, portadora de comorbidades (Asma e Obesidade). Ela foi admitida no dia 1º de abril no Pronto Atendimento (PA) Covid-19 e encaminhada para o Hospital de Campanha (PMG/Ânima/UniFG). No dia 5 de abril a paciente foi transferida para o Hospital Municipal, em uso de suporte de oxigênio. Devido ao estado grave foi transferida para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Guanambi (HGG). Com piora no quadro clínico, evoluiu a óbito nesta segunda-feira (12).

Coronavírus em Guanambi

Agora são 55 óbitos registrados no município desde o início da pandemia. Deste total, 25 ocorreram no mês de março. Nos 13 primeiros dias de abril, morreram 6 pacientes de Guanambi com a doença.

O município acumula 5.765 casos, com 186 ainda ativos, sendo que 37 pacientes estão hospitalizados. Ainda restam 185 pacientes com sintomas da doença aguardando resultado do exame laboratorial.

Por Geovane Santos – Agência Sertão